1 de março de 2011

Humor Matemático - Arnold e Maitê I

-
-
Olá =]]]


- Estava com o blog desativado por dois meses, mas tive bons motivos para isso.


Nesse tempo "tentei terminar alguns trabalhos. E resolvi voltar agora, início de março.


Estou retornando com alguns novos personagens, que já estavam criados algum tempo antes de meu pequeno hiato.


Arnold e Maitê.
Um casal de Dinossauros que viviam sem a Matemática em sua era. Assim surge a questão: Como eles viviam sem a Matemática? Será que ela não estava lá e eles não a usavam?
Supondo que fossem inteligentes, como poderiam viver sem ter noções de área e volume?


# 34 - Arnold e Maitê em: Caverna. Pequena caverna...




Nota 1: Tentarei sempre postar de agora em diante.
Nota 2: Sempre adorei dinossauros, eles me fascinam.


té mais o///

3 Comentários :

Renato Brodzinski disse...

"... precisamos de uma caverna maior..."
Isso já é alguma noção de espaço, portanto de matemática. Viver "sem matemática", está parecendo que vivem sem teoria, mas com noções que nós humanos temos naturalmente... A maioria das pessoas vivem assim...

Francisco Valdir disse...

Olá, Sotero!
Realmente, vc andou sumido esse tempo, mas, eu estava pensando que devia ser: Provocar suspense; viagem para Marte; sequestro relâmpago prolongado; convencer aos ditadores dinossauros africanos que a sua era... "já era"; provar aos americanos que a matemática, com um golpe de "sorte" pode descobrir o esconderijo do Osama e por fim, Juntar asssuntos para postar feito "metralhadora" no seu blog e me parece... que é isso mesmo. Ótimo e bom retorno! O casal de dinossauros aí, se prestassem atenção um no outro em uma procura matemática, descobririam logo de cara... a GEOMETRIA!!!!!!
Um abraço!!!!!

Sotero disse...

Isso mesmo Renato. Se parar e observar qualquer ambiente, o que veremos, senão teorias matemáticas que nascem naturalmente em nossas mentes, mas que, infelizmente, passam despercebidas.

Francisco. Ri muito com seu comentário. Vamos tentar descobrir onde o Osama está ! kkkk

Postar um comentário